Eventos

Formação Abraçar a Vida Aceitando a Morte em Lisboa

Enfrentar a nossa morte pode ser um dos momentos mais significativos da Vida.

Mód. 1: (2 dias e meio)

“VIVER E MORRER, A MESMA PREPARAÇÃO”

Um espaço de desenvolvimento pessoal. Reflexão sobre como viver com mais plenitude e assim poder encarar o fim da vida de forma natural. Trabalho sobre os medos perante a vida e a morte que tanto nos limitam. Descoberta interior dos recursos latentes em cada um.

Mod. 2: (2 dias)

“RELAÇÃO DE AJUDA”

Aborda a dimensão espiritual que damos à vida, à morte e ao nosso trabalho com pessoas doentes. Reflexão sobre as etapas de aceitação face aos desafios da vida. Práticas de escuta ativa.

Porto:

Mod 1: 15 (das 18h30 às 22h30), 16 e 17 de Fevereiro 2019 (das 9h às 17h30)

Mód. 2: 23 e 24 de Fevereiro (das 9h às 17h30)

Lisboa:

Janeiro 2019:

Mod 1: 25 (das 18h30 às 22h30), 26, 27 de Janeiro (das 9h às 17h30)

Mod 2: 2 e 3 de Fevereiro (das 9h às 17h30)

Maio 2019

Mod 1: 17, 18, 19 de Maio

Mod 2: 25, 26 de Maio

Outubro 2019

Mod 1: 18 (das 18h30 às 22h30), 19, 20 de Outubro (das 9h às 17h30)

Mod 2: 26 e 27 de Outubro (das 9h às 17h30)

DESTINA-SE a si, se:

– deseja conhecer-se melhor

– é cuidador informal

– é profissional de saúde

– pretende ser voluntário

PREÇO:

250€

DESCONTOS

10% estudantes

15% sócios ACP

20% sócios AMARA

descontos não acumuláveis

Local: Hotel Lisboa Plaza

Informações e inscrições: formacao@amara.pt / tel : 915 474 467

Formadores: Carol Gouveia Melo; Claudia Farinha; Mario Madrigal

https://amara.pt/evento/abracar-a-vida-aceitando-a-morte-novembro/

___________________________________________________________________________________________________________________________

FORMAÇÃO EM ESCUTA ATIVA

A escuta ativa é uma arte que enriquece as relações entre pessoas, tanto na vida profissional como particular. Não se destina só a cuidadores mas a todas as pessoas que queiram enriquecer as suas relações com os outros, torná-las mais profundas e autênticas.

Ouvir é um processo que envolve “Ouvir Ativamente” o que a outra pessoa está a comunicar.

Numa relação com o outro é importante que a pessoa desenvolva ‘certas‘ qualidades pessoais, como meios necessários à escuta ativa.

Saber ouvir traz vários benefícios, assim como:

- Identificar e lidar com sentimentos;

- Compreender o sentido da sua vida;

- Encontrar formas de gerir os seus problemas;

- Maior responsabilização pela sua vida e suas escolhas;

- Promover uma relação mais chegada e significativa com os outros;

- Promover uma relação de confiança na relação de ajuda;

- Desenvolver um sentido de si próprio e dos outros, mais saudável;

- Aprofundar o auto-conhecimento/desenvolvimento de si próprio.

A escuta ativa não é um conjunto de técnicas que se aprende, mas sim o desenvolvimento de 'certas' qualidades pessoais necessárias na forma de estar com o outro.

No entanto, a capacidade de ouvir ativamente pode ser afetada por fatores pessoais, sociais, fisiológicos e de personalidade.

Nesse sentido, a formação consiste em duas componentes envolvendo uma parte de desenvolvimento humano e uma experiência prática do que é ser escutado, assim como uma parte de discussão teórica em grupo e prática da escuta ativa.

O fundamento teórico desta formação é baseado numa filosofia humanista, mais particularmente, a Abordagem Centrada na Pessoa, de Carl Rogers.

Frequência da Formação:

10 sessões de 7,5 horas cada

Horário:

9.30 às 18.30

[um fim de semana por mês]

Certificado de Formação:

é fornecido certificado a cada formando que assista a 80% da formação.

Local:

Hotel Lisboa Plaza, Lisboa

Custo:

450€

Descontos:

10% para estudantes

15% para sócios do ACP e sócios SNQTB - Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários

20% para sócios da AMARA

Inscrições: As inscrições para 2018/2019 estão fechadas. Caso queira inscrever-se para a próxima edição, por favor contactar: formacao@amara.pt

Formadores:

Carol Gouveia e Melo PhD, pós-graduada em relação de ajuda segundo a Abordagem Centrada na Pessoa.

Cláudia Farinha, pós-graduada em relação de ajuda segundo a Abordagem Centrada na Pessoa.